Teresa Almeida Fotos

Sei lá, pensei eu, o que é que podem querer conhecer a meu respeito?

 

Com tanto para contar fiquei sem saber por onde começar.

 

Inicialmente criei esta página com o intuito de promover e comercializar o meu trabalho mas, resumir-me ao meu trabalho sem falar de mim não fazia sentido, já que este reflete muito do que me rodeia.

 

Então surgiu a ideia e…

 

Criei um Jornal

 

Na realidade é um blog mas gosto mais de lhe chamar Jornal 😀

 

Vou partilhar por lá algumas das minhas experiências e temas com que me identifico. 

 

Entre as artes e a vida no campo, pode aparecer de tudo um pouco! 

 

Neste momento imagino que deves estar a achar que isso não é nada de novo, já se faz nas redes sociais. 

 

Muito bem, pode até acontecer nas redes sociais, no entanto, quando conto partilhar tanto de mim prefiro fazê-lo aqui, onde me sinto em casa.

 

Eu gosto da ideia de te receber no meu site e aqui conversar contigo como converso com todos os meus amigos.

 

De forma informal e com sincera estima.

 

Afinal se o meu trabalho, ou o que tenho para contar, é alvo do teu interesse, então mi casa su casa, neste caso o meu site é o teu site. 

 

Se quiseres, subscreve a newsletter que eu até te aviso quando tiver novidades, pois fico mesmo contente por partilhar contigo as minhas histórias.

 

 

Agora que te contei de que forma considero desenvolver a resposta a quem sou, talvez um breve resumo do meu trabalho seja um bom começo…

 

Adoro criar designs a partir de diferentes técnicas ou materiais e os têxteis com as suas diferentes texturas, cores e padrões têm sido a matéria prima de eleição. 

 

O linho é a minha fibra têxtil favorita e sim, os materiais que utilizo na confecção dos meus trabalhos são fibras naturais ou, muitas das vezes têxteis provenientes de Dead Stock ou excedentes de produção. 

 

Para as pinturas e estampagens escolho tintas de preferência à base de água, bem eco friendly.

 

A reciclagem, a reutilização e o upcycling já fazem parte da minha vida desde longa data, ou seja, valorizar a preservação do meio ambiente e procurar que a minha pegada ecológica seja bem reduzida não é novidade para mim.

 

(Espreita o artigo “Muito se fala de sustentabilidade” onde falo mais sobre o tema)

 

O processo de confecção das minhas peças, é artesanal! 

 

As inspirações são muitas e de várias origens, no entanto, é certo que o contacto com a natureza tem tido um peso enorme nas minhas fontes de inspiração. 

 

Na realidade vivo inspirada, tenho sempre as ideias a fervilhar e é isto que me faz feliz! 🙂